Ir direto para o Conteúdo

PetMail ® - Portal Pet de Negócios e Oportunidades

Meu Cadastro

Classificados

Notícias

Tradutor de latidos.

06/08/2008 Tradutor de latidos.

Sistema consegue identificar grau de estresse do cão, considerando apenas seu latido. Prisões de Israel adotaram um programa de computador que ajuda os funcionários a interpretar os latidos de cachorro: com esse software, é possível saber se aqueles latidos são alertas para a fuga de detentos, por exemplo. Segundo Noam Tavor, responsável pelo canil das prisões de Israel, o programa foi desenvolvido para evitar erros, como quando os guardas ignoram o alerta dos cães.

 

“Os sons são capturados por microfones e o software classifica os latidos. São considerados apenas aqueles que tenham alguma importância em termos de segurança”, disse Tayor, explicando que os latidos revelam o estresse e agressividade dos animais. Quando recebem esses alertas via alto-falantes, os guardas podem usar o sistema de segurança para dar zoom nas imagens das regiões onde há movimentação suspeita.

 

Por conta do faro e audição aguçados, os cachorros conseguem identificar pessoas suspeitas antes de elas incidentalmente ativarem algum alarme de segurança, afirmou Tayor. Há muitos anos as prisões de Israel usam cães para patrulhar, mas essa prática apresenta alguns problemas. “Os cachorros latiam e os guardas não ouviam, ou quando ouviam demoravam muito para agir”, contou o especialista.

 

O especialista também afirmou que, muitas vezes, os funcionários ignoravam o alerta dos animais, pensando que não era nada sério.

 

Há seis anos, o serviço responsável pelos centros de detenção de Israel se juntou à empresa de alta tecnologia Bio-Sense, de Tel Aviv, para criar esse sistema que “traduz” o latido dos cães. A companhia gravou latidos nas mais diferentes situações – brincadeiras, encontros com gatos e verdadeiras emergências, por exemplo. As milhares de gravações foram então colocadas em um programa para determinar o que faz o latido de emergência ser diferente dos demais.

 

Um desses fatores, explicou o gerente de produtos Orit Netz é o nível de estresse do cachorro. O primeiro sistema foi adotado em 2005 e, desde então, três outras prisões de Israel instalaram esse “tradutor”. A empresa tem mais de cem clientes em Israel, incluindo fazendeiros que precisam de proteção contra ladrões.


Fonte: AP


Voltar

Mais Notícias

Copyright 2015 PETMAIL® Portal Pet de Negócios e Oportunidades.
Todos os Direitos Reservados
Desenvolvimento Burn web.studio
Carregando Dados...